sábado, 25 de agosto de 2012

* Quatro níveis de interpretação da Bíblia! Em qual deles você já, ou ainda, está?

Quatro níveis de interpretação da Bíblia! Em qual deles você já, ou ainda, está?
 
Amigos,
A Bíblia foi carinhosamente escrita de forma a proporcionar sua compreensão aos milhões de leitores existentes no planeta. Cada leitor da Bíblia a interpreta e dela se nutre das alegrias do conhecimento, sempre de acordo com a posição evolutiva em que cada qual se encontre.
O Rabino Irving M. Bunim, no Livro A Ética do Sinai, 2ª edição, São Paulo: Sêfer, 2001, Introdução, descreve quatro níveis de interpretação da Bíblia.
“Em nossa literatura antiga de comentário e misticismo, toma-se a palavra PaRDeS para indicar quatro abordagens da Torah, quatro formas de explorar e extrair seus tesouros de significado.
Com as quatro consoantes da palavra PaRDeS começam as palavras Peshat, Rémez, Derash e Sod, respectivamente.
Peshat, o primeiro, seria o sentido literal, puro e simples do texto.
Com Rémez, seguimos a estrutura sintática e gramatical de um versículo, levando em conta que certas palavras possuem um significado simbólico, ou metafórico.
O Derash simplesmente omite a estrutura sintática de um versículo e até mesmo ignora seu contexto, percorrendo a Torah em busca de significados apontados pela alusão e associação.
Finalmente temos o Sod, a leitura mais íntima e profunda de um texto (...) atingindo um grau de profundidade do significado que vai muito além dos anteriores. Não é por coincidência que PaRDeS, a palavra formada pelas iniciais das quatro palavras citadas no parágrafo acima, signifique, literalmente, horta ou jardim. Esta tradução simboliza a exuberante riqueza de pensamento e inspiração que pode surgir dos textos sagrados, se soubermos como cultivá-los e como colher os frutos mais difíceis de alcançar”.
 
O texto referenciado acima, de autoria do Rabino Irving Bunim, consta e foi retirado do livro “PARÁBOLAS DE JESUS. TEXTO E CONTEXTO”, de Haroldo Dutra Dias. Recomendamos a leitura desse excelente livro.
 
Agora cabe a cada leitor identificar a forma como atualmente está interpretando a Bíblia. Se ainda estamos no nível da interpretação literal, é claro que já conquistamos bastante, mas tenhamos em mente que existem níveis mais elevados de interpretação.
 
 
Abraço fraternal a todos.
Marcelo Badaró Duarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário